Reflexão sobre a Meditação -Inocência

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Reflexão sobre a Meditação -Inocência

Reflexão sobre a Meditação -Inocência – todos os dias medito sobre um tema. Esse é o de hoje.

Sempre há um desejo por trás de cada ação. Principalmente quando fala-se de sexo, como é possível ter esse tipo de relação sem receber nada em troca, sem receber prazer, sem ter um desejo por trás? Quando a inocência se foi? Em sentir, em estar no lugar sem precisar receber nada em troca. Quando o desejo disse que a inocência não poderia ter lugar? Um encontro entre duas pessoas pode ser inocente. Difícil imaginar, pois muito tempo a inocência foi má vista, foi sinônimo de de não esperteza, de rebaixamento. A esperteza em saber o que vai receber, em saber o que pegar do outro, gera o afastamento de um lado muito importante do ser humano, o seu lado infantil. Esse é capaz de estar no presente e sentí-lo. O desejo pode afastar coisas novas, pois já há uma guia do que espera-se receber. Se não recebo o que meu guia diz, não penso em rever o guia mas procurar outras coisas que encaixem nesse guia. E se revisássemos os guias?

Helton Shaktí yoga

Aulas de Meditação

As aulas de meditação fazem parte do pacote oferecido pelo Estúdio.
As aulas são de segundas e quartas 19h

Confira os horários e valores